O que Dizem as Pesquisas

A segunda parte da pesquisa – referente à intensidade do(s) exercício(s) – pode
ser questionável. Uma série de investigações anteriores revelaram que as
características do exercício de spinning têm papel na mediação dos benefícios
psicológicos. A pesquisa também demonstrou que uma duração igual à do
exercício, atividade de baixo ou nenhum esforço, como exercícios de atenção
plena, música ou humor, desencadeiam mudanças idênticas ou maiores no
humor do que o exercício de spinning em si.
Mais recentemente, o efeito placebo também foi associado às mudanças agudas
no humor após o exercício. O placebo pode mediar tanto a avaliação cognitiva
da situação de exercício quanto a percepção das características do exercício do
modelo dual mode.
https://www.lmesportes.com.br/bike-spinning
No spinning, por exemplo, as expectativas associadas ao
instrutor e ao treino podem influenciar o efeito pós-exercício, pelo menos em
parte, por meio de efeitos placebo.
Neste contexto, deve ser apreciado que a avaliação e percepção de várias
sessões de exercício são afetadas por experiências passadas em amostras
saudáveis e clínicas.
Em consonância com o modelo dual mode mencionado acima, a avaliação das
influências da intensidade do exercício afeta o humor. Como o spinning é um
exercício de alta intensidade, que geralmente é realizado acima do limiar
ventilatório, segundo este modelo deve gerar mudanças positivas no humor.
Spinning é, no entanto, um exercício popular que geralmente é realizado em
academias de ginástica sob a direção de um instrutor e acompanhado de música.

Leave a Reply

Your email address will not be published.